abril 24, 2016

week in the life 2015


Week in the Life é atualmente o projeto anual que eu mais gosto de fazer. Agora em Maio, mais uma vez, estou me preparando para o quarto ano neste projeto. Ao contrário do que a Ali Edwards faz, eu não faço um álbum especial para a ocasião. Eu simplesmente coloco no meu álbum normal, anual (ou bianual agora que estou fazendo menos scrapbook). 

No ano de 2015, eu montei um kit com o material que já tinha em casa, além disso imprimi alguns cartões feitos por mim e cortei os números dos dias do mês de Agosto, quando aconteceu ano passado. Montei as páginas durante a semana ou na seguinte e ficou somente faltando as fotos que coloquei recentemente. 




Abaixo as fotos da página de apresentação e do "spread" de cada dia da semana.











abril 17, 2016

pl: a day on Joana's beach


Mais um dia para mostrar para vocês em fotos, agora o dia foi em Abril de 2015, na praia da Joana, aqui em Rio das Ostras. Escolhi colocar as fotos em divisórias plásticas do project life. Estou deixando estes divisores justamente para aquelas ocasiões e lugares especiais onde a foto é mais importante, não esquecendo história e impressões. Como este dia.


abril 10, 2016

pl: welcome to rio das ostras


Em 2015, a gente mudou de casa e de cidade. Então eu fiz um "spread" com algumas fotos da nossa casa e da nossa cidade para colocar no álbum.




abril 03, 2016

scrapbook: love


Começo esta semana com mais uma página de scrapbook usando o kit do Studio Calico que falei no último post. Neste confesso que usei alguns enfeites que eu já tinha para completar.

É uma página sobre a amizade dos meus dois gatinhos, Lua e Lion. De início eles se odiavam, depois de toleravam, mas acabaram se tornando grandes companheiros um do outro.





março 27, 2016

scrapbook: 2015, evolve

Finalmente, e muito devagar, eu vou completando meu álbum que engloba final de 2013 até o fim de 2015, ou seja, meus primeiros anos de volta ao Brasil. Para esta página eu usei um kit do Studio Calico que comprei em promoção sem escolher exatamente o que queria. Quando chegou, gostei muito dos kits de project life, mas o de scrapbooking que comprei, confesso que fiz cara de desgosto, mas tentei.

Confesso que gostei muito desta página falando um pouco sobre a minha palavra para o ano passado, e foi fácil trabalhar com os efeitos, mesmo estas letras e números bem grandes. O que acho que não gostei foi dos papéis estampados deste kit, mas confesso que este amarelo, é bem lindo. E o carimbo e estas folhagem deram um toque especial.




março 20, 2016

reflexões sobre o desenvolvimento de uma scrapper

Quando a gente encontra scrapbroooking, tudo é paixão. O meu encontro primeiro foi em 2003, durou um ano, e basicamente era foto e cardstock e adesivos. Jogava a foto em qualquer lugar sem nenhum prisma. Meu objetivo era basicamente mostrar as minhas fotos. Desta primeira fase, eu devo ter dois layouts, escondidos num álbum sobre aquele ano. O resto eu confesso que refiz anos mais tarde, porque simplesmente não gostava nada daquele álbum.

Depois em 2009 voltei a fazer scrapbooking novamente. Neste primeiro instante meu material básico incluia cardstock, idéias na cabeça, minha impressora e um monte de material digital que eu imprimia e uns blocos de papéis estampados. Nesta fase, eu usava muito os sketch para basicamente copiar o que eu queria. Foi uma fase de páginas duplas, muitas delas. Cheguei a mostrar uma página destas aqui, esta completamente criada por mim.



Foi em 2010 que as coisas se alterariam quando me juntei a algumas comunidades, principalmente o scrapbooking brasil e o Studio Calico. Muitas experimentações e técnicas novas foram apreendidas e meu material principal passou a ser papéis estampados, agora eu tinha uma grande quantidade deles. É uma fase supercolorida, como pode ver nesta amostra abaixo:



Então eu comecei a adotar o cardstock novamente, ainda colorido no princípio, comecei a dar importância ao design, experimentei tamanhos e passei a criar as minhas próprias composições.



Muitas ferramentas compradas, uma tonelada de material para experimentação e a paixão apenas acelerada, para eu finalmente chegar aquele que seria meu estilo, cardstock branco e muita cor. Acho que finalmente eu encontrei as técnicas preferidas, os designers preferidos e fazer um layout não significava passar minhares de horas olhando uma página vazia. Não é à toa, 2013, 105 layouts! Eu já tinha encontrado meu estilo.



2014 e 2015 foi apenas anos a passar no mesmo estilo, aperfeiçoando, melhorando. Comprar material deixou de ser prioridade e fui aos poucos deixando as milhares de atividades dedicadas ao scrapbooking para ter tempo novamente com a minha história. E agora, para onde eu caminho como scrapper?

março 13, 2016

mudando um layout para caber no seu álbum

Não acontece com muita frequência, mas quando fazia várias páginas, algumas delas simplesmente nunca chegaram ao meu álbum, principalmente porque eu as fazia para algum site, mais do que para contar alguma história. Algumas vezes estas páginas ficam a espera de uma história, um journaling ou apenas uma ocasião para entrar no álbum. Outras vezes eu simplesmente refaço completamente.

Foi o que aconteceu com a página que vou mostrar hoje. Eu a tinha feito para um desafio do ScrapOurStash quando fui designer.


Adorava a página, simplesmente não tinha espaço para ela nas milhares de páginas lindas que tenho da minha sobrinha. Resolvi tirar a foto para talvez usá-la em outra ocasião e refiz com algumas diferenças, principalmente porque queria no tamanho a4.


Precisava de cores, adorava estas estampas e a ideia do layout, somente não cabia na história que queria contar no meu álbum, então voilá: transformado.




E você, já experimentou reutilizar um layout ou um trabalho que foi feito inicialmente com um propósito?

Mensagens populares